Notícias

Capitation Reverso é apresentado em seminário regional em Florianópolis

Geral - 03.11.17

O “Capitation Reverso”, nome dado ao modelo que propõe uma inversão na relação dos atores que compõem o segmento de Saúde Suplementar, foi apresentado pelo presidente da Febase e vice-presidente da CNS, Marcelo Britto, durante o 3º Seminário Regional AHESC-FEHOESC-FEHOSC realizado em Florianópolis, Santa Catarina, no último dia 26/10.

O evento teve como objetivo ampliar as discussões relacionadas à gestão de unidades hospitalares e a crise estabelecida no setor. A ideia do projeto, que foi apresentado pela primeira vez ao mercado em evento da Ahseb,  é que o usuário do sistema passe a lidar diretamente com o prestador, e o papel da operadora de saúde seja a venda de redes privadas de serviços, sem precisar ter o contato direto com o usuário, já que o pagamento pelos mesmos será feito diretamente aos estabelecimentos de saúde que se organizariam em redes por critérios pré-estabelecidos.

Hoje, na prática, a operadora precisa lidar com o paciente, apesar de ela não ser responsável pelos cuidados do mesmo. Com o novo modelo, algumas práticas consideradas prejudiciais para o paciente seriam extintas, como o tempo de espera para autorizações de procedimentos, pedidos negados, excesso de uso, entre outros.

O seminário teve como anfitriões os presidentes da AHESC, Altamiro Bittencourt, da FEHOESC e CNS, Tércio Kasten, e da FEHOSC, Hilário Dalmann. Além da participação do presidente da Febase, a programação contou com outros temas como “Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde”, apresentação do Grupo de Indicadores Santé (GIS), entre outros.

*Com foto e informações do Saúde Catarinense