Notícias Sem categoria

Equipe de pé e tornozelo do Hospital COT realiza cirurgia inédita na Bahia

Sem categoria - 05.08.15

Uma cirurgia considerada inovadora e inédita na Bahia abre portas para uma nova perspectiva de tratamento para as artropatias degenerativas do tornozelo. Trata-se da “artroplastia total”, que consiste na substituição da superfície articular por implantes que funcionam como um sistema de rolamento móvel, permitindo o movimento articular. O procedimento foi realizado no Hospital do Cot, em julho passado, pelos médicos Ivo Kitaoka e Marcus Moreno.

Esse tipo de cirurgia surge como opção de tratamento e, segundo estudos preliminares, tem futuro promissor.

A equipe de pé e tornozelo do Hospital do Cot, no entanto, percorreu um longo caminho na curva de aprendizado dessa técnica, por meio de estudos dirigidos, congressos internacionais e períodos de treinamento na Alemanha.

Participaram também do procedimento cirúrgico os médicos Marilton Gomes, Carolina Moraes e Gabriela Nonato.

“O estímulo que move o ortopedista é a busca de soluções que preservem o movimento articular com a intenção de devolver, ao paciente, sua qualidade de vida”, afirmou o médico Ivo Kitaoka.

De acordo com a equipe médica do Hospital do Cot, as próteses usadas no tratamento foram aperfeiçoadas e são compostas por três itens: componente tibial, componente talar e componente intermediário, revertidos por material que integram ao osso, garantindo a fixação.

COMUM

A artrose do tornozelo vem se tornando cada vez mais comum nos nossos dias, seja de forma primária ou por sequela de fraturas. Até então, o tratamento de eleição das artroses severas e incapacitantes é a artrodese, que resulta na fusão da articulação para minimizar a dor.

Esse procedimento, entretanto, tem sido questionado devido à frequência de acometimentos bilaterais e em pacientes jovens.