Notícias Sem categoria

Ahseb quer fortalecer debate sobre cooperativas médicas e continuar fórum de discussão

Sem categoria - 17.12.14

Tema foi debatido durante o Projeto Caravanas em Salvador

A continuidade do fórum de discussão e o fortalecimento do debate sobre as cooperativas médicas serão umas das prioridades da Ahseb em 2015. O impasse existente entre as entidades de profissionais e os planos de saúde vem trazendo sérios prejuízos aos estabelecimentos de saúde da rede suplementar, segundo relatou o presidente da associação, Ricardo Pereira Costa.

Segundo Costa, a Ahseb já teve o consentimento das cooperativas. As operadoras, no entanto, continuam reticentes. Apenas a Unidas sinalizou positivamente em dialogar para buscar uma solução. “A parte frágil desta relação é a unidade de saúde, que é atingida duas vezes. O convênio é do hospital, mas os médicos não são contratados e eles acabam tendo de ceder às liminares impetradas por pacientes, cujos pagamentos só são feitos pelos planos após julgamento do mérito; no mínimo um ano depois”.

De acordo com o presidente, no Juizado do Consumidor, por juiz, são feitos três pedidos de liminares envolvendo os hospitais ao dia.

ENTENDA O CASO  – Por conta dos valores defasados que as operadoras dos planos de saúde estão pagando aos médicos, estes recorreram à formação de cooperativas com o objetivo de conseguir que a remuneração seja  equiparada e competitiva. Só que os planos alegam que não têm condições de arcar com os honorários exigidos e se recusam a negociar. Os hospitais não têm gerência sobre os médicos, mas fazem convênios com as operadoras para atender os pacientes, que acabam recorrendo à Justiça para terem a necessidade atendida, já que os planos costumam reprovar procedimentos acima da tabela oferecida para a remuneração dos profissionais de saúde.

CARAVANAS EM SALVADOR – Este tema foi arduamente debatido no fórum de discussões promovido pelo Projeto Caravanas em Salvador, no último dia 4 de dezembro, no Hotel Vila Galé em Ondina. Estiveram presentes representantes de hospitais (como o Santa Izabel e o Hospital da Bahia), da Cooperativa de Coloproctologia da Bahia,  o juiz Raimundo Braga e o promotor de Justiça Roberto Gomes.

Das operadoras de planos de saúde, apenas a Unidas esteve presente. Após longo debate, coordenado pelo presidente da Ahseb Ricardo Pereira Costa, o promotor Roberto Gomes se comprometeu a liderar uma negociação entre os envolvidos. De acordo com Costa, é fundamental que as operadoras de maior porte, como a Bradesco, SulAmérica, Unimed, Golden Cross e Amil participem.