Sem categoria

Representantes da saúde na Bahia pressionam governador Jaques Wagner e apontam problemas e soluções para resolver a crise no estado.

Os 3 principais pleitos da proposta são incentivos fiscais, linhas de crédito diferenciadas do SUS e contratualizações a preço de mercado

Diante da crise enfrentada pelos hospitais, clínicas e instituições dos serviços privados de saúde, membros do Codes /Ba. – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado da Bahia elaboraram uma proposta de reestruturação da rede complementar ao SUS. O documento, que relaciona os principais problemas da saúde na Bahia, também contém possíveis soluções para driblar o colapso vigente do segmento no interior e na capital baiana.

O parecer, escrito pelo presidente da Ahseb – Associação de Hospitais e Serviços de Saúde do Estado da Bahia, dr. Ricardo Costa, foi entregue nesta segunda-feira (26/05), na Associação Comercial da Bahia, ao governador Jaques Wagner, durante a 3ª reunião do conselho. Estiveram presentes ao encontro o secretário Extraordinário do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Edvaldo Brito, secretários de Estado e os 42 conselheiros do Codes.

O Codes é representado por diversas classes dos setores de saúde, indústria, comércio, educação, assistência social, etc., e possui três câmaras técnicas: Equidade Social,
Sustentabilidade e Juventude. A área da saúde é integrada pela Ahseb, Osid – Obras Sociais Irmã Dulce, Federação das Entidades Filantrópicas do Estado da Bahia e pelo
Hospital Martagão Gesteira.

Em anexo segue a proposta, na íntegra, entregue ao governador pelo presidente da Ahseb, com números e informações mais detalhadas sobre o colapso da saúde privada na Bahia.

Fonte: Ahseb